Careers / Success Stories / As mulheres dão o exemplo

As mulheres dão o exemplo

O sucesso do programa desafia as perspectivas sobre as áreas de estudo para mulheres na Arábia Saudita.


Dra. Akila Sarirete, diretora, Universidade Effat, Arábia Saudita

Em 2004, a Universidade Effat adotou a grade curricular da Cisco Networking Academy para expandir as opções de emprego para mulheres e ajudá-las a progredir em suas carreiras. Sob a liderança da Dra. Akila Sarirete, o programa se tornou uma base de treinamento para a próxima geração de mulheres em papel de liderança na Arábia Saudita.

Desenvolvimento de habilidades na área de TI e carreiras para mulheres

O desemprego é um problema sério na Arábia Saudita, especialmente para as mulheres com diplomas universitários. Estima-se que 30% das mulheres sauditas à procura de empregos não conseguem colocação e 78% dessas têm diplomas universitários. Em geral, as mulheres trabalham como professoras, enfermeiras ou secretárias e, em muitos locais, não é permitido que homens e mulheres trabalhem juntos.

Uma certificação da Cisco aumenta significativamente as possibilidades de carreira para a demanda de profissionais de TI em vários setores, tanto em empresas privadas quanto em instituições públicas. As mulheres que obtêm a certificação reconhecida em todo o mundo se destacam na lista dos empregadores

O aprendizado de habilidades na área de TI muda vidas

A Universidade Effat, uma instituição de ensino superior privada renomada e sem fins lucrativos para mulheres no Reino na Arábia Saudita, tornou-se a primeira academia do país para mulheres.

Sob a liderança da Dra. Akila, o programa Cisco Networking Academy foi expandido para 5 universidades femininas e 2 universidades masculinas na Arábia Saudita. No início, as universidades masculinas relutaram em adotar o programa devido a preocupações de que a grade curricular das mulheres fosse menos rigorosa ou desafiadora. Quando os líderes da universidade conheceram a Dra. Akila, foram conquistados pelo conhecimento e o entusiasmo dela. Eles descobriram que a grade curricular da Cisco e a certificação são iguais, independentemente do lugar no mundo e de quem ensina.

“A Dra. Akila é uma presença muito forte na região”, disse Hashem Shahwan, gerente do Cisco Networking Academy Manager para Arábia Saudita, Iêmen e Líbano. “Ela é vista em toda parte e todos a conhecem.” Em 2009, ela foi indicada a Melhor instrutora regional da Cisco para a região do Oriente Médio, Norte da África e Paquistão. Ela fez traduções e validou as traduções do Cisco Networking Academy.

O sucesso amplia as oportunidades para mulheres e homens

De acordo com a Dra. Akila, a maioria dos alunos que concluíram os cursos do Networking Academy conseguiu emprego, tanto na área de suporte de TI, como instrutores e treinadores, ou estão em busca de diplomas de ensino superior. Uma aluna do CCNA entrou na equipe de suporte da Universidade Effat antes de obter um cargo de gerência em um banco na Arábia Saudita.

O sucesso do programa desafiou a visão sobre que áreas de estudo devem ser oferecidas às mulheres. Effat tornou-se a primeira universidade para mulheres a oferecer formação em engenharia, em parceria com a Duke University, e outras universidades vão pelo mesmo caminho, abrindo mais opções de cursos para as mulheres. “Há sete anos, isso era impossível”, disse a Dra. Akila. “Os pais não aceitavam.”

“Elas são realmente proativas agora”, disse ela. “Elas se oferecem como voluntárias, organizam programas, entram em contato com as empresas e conseguem empregos antes mesmo de se formar.” Uma aluna formada recentemente entrou na Organização de Cooperação Islâmica e recebeu um prêmio pelos seus programas de mídia social. Outra é analista de mídias sociais. “Elas não têm medo de ir à luta.”